Restituição Imposto de Renda 2018

Imposto de Renda 2018 Restituição

Todos os anos, em abril temos que fazer nossa declaração de imposto de renda que é o valor anual descontado do rendimento do trabalhador ou de uma pessoa jurídica e entregue ao governo federal. Além dessa obrigação o que mais os cidadãos aguardam é o momento da restituição do imposto de renda 2018. E para haver esta restituição há um calendário para o pagamento ocorrer, saiba mais sobre.

imposto-de-renda-restituicao

A restituição do imposto de renda é um valor devolvido ao contribuinte que pagou imposto de renda a mais no ano anterior. O cálculo do valor a ser devolvido ao contribuinte é calculado pelo programa da Receita Federal.  Por exemplo, quem tem muitas deduções do imposto de renda, como despesas com dependentes, despesas médicas, por exemplo, faz com que o contribuinte ganhe descontos que são os valores que lhe são devolvidos.

Para quem tem direito a restituição do imposto de renda deve ficar atento ao calendário de restituições que a receita federal libera através de sete lotes de restituição que começa a acontecer em junho e finaliza em dezembro.

Além do cálculo da restituição feito pelo programa da receita federal, a restituição também é corrigida pela taxa selic. No momento que o valor é deixado a disposição do contribuinte, este valor não sofre mais alteração e nem acréscimos.

O primeiro lote de restituição normalmente sai em junho. Sendo previstos vários lotes do IR 2018 para consulta, normalmente o último previsto para ser repassado em dezembro.

Caso não tem certeza do valor foi repassado para você contribuinte pode também consultar ligando para o Receitafone no número 146 (ligação gratuita para telefone fixo e tarifa local para ligações via celular). Também se pode consultar pelo aplicativo para celular da Receita que estão disponíveis para IOS e Android. Outra curiosidade sobre a restituição é que tem prioridade nesta idosos e pessoas com deficiência física ou mental ou que tenha alguma doença grave.

ir-restituicao

O valor da restituição que é corrigido pela taxa selic é depositado na conta corrente que o contribuinte cadastrou no momento de sua declaração de imposto de renda. Caso por exemplo, o contribuinte deve contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a central de atendimento 4004-0001 (para os contribuintes que estão na capital) e 0800 729-0001 (demais localidades). Também é possível fazer a correção de seus dados bancários caso tenha trocado de conta corrente ou informado incorretamente através dos telefones acima informados ou se preferir nas agências do Banco do Brasil. Para isso, não é necessário levar nenhum documento, basta informar o CPF que a sua nova conta está registrado.

Caso o contribuinte tenha receio de que sua restituição sumir, ela fica até um ano disponível no banco até que seja feita a correção de seus dados. Se após este prazo não for feita o pedido de restituição, depois somente será possível pelo site da receita federal ou diretamente pelo sistema e-CAC. Mais informações acesse o site da Receita Federal.

Leia Mais

Declarar Imposto de Renda 2018

Imposto de Renda 2018 Declaração

Quais são as pessoas que devem ou podem estar declarando o imposto de renda do ano 2018

Ao iniciar o ano uma das primeiras contribuições que o governo nos cobra e a de declarar o imposto de renda, sendo esta uma obrigação de muitos e o privilégio de poucos de poder estar isentos desta declaração do Imposto de Renda 2018. Por isso, acompanhe o post para verificar quais são as pessoas que precisam estar realizando este serviço e até quando pode ser declarado.

imposto-de-renda-declaracao

O prazo que a receita federal coloca para a entrega da declaração e de até o último dia útil de abril para o imposto de renda 2018. Sendo que o prazo para iniciar a sua entrega começa no dia primeiro de março de 2018. Devido a isso muitas pessoas deixam para preencher a declaração a última hora, gerando queda na malha fina e diversos outros transtornos que podem ser evitados com um pouco de antecedência.

Dessa forma, para facilitar e retirar dúvidas de quem realmente precise declarar, este post mostrará quem possui este dever baseado em sua renda anual.

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2018

Primeiramente esclarecemos que o ano base para cálculo do imposto de renda 2018 e o ano inferior, por tanto, todas as informações a serem preenchidas sobre a declaração devem estar baseadas no ano anterior.

Para os rendimentos tributáveis, as pessoas que devem declarar o imposto de renda 2018 são as que receberam capitais com valor superior ao teto no ano anterior. Sendo este um rendimento total do ano. Caso os seus rendimentos não tenham alcançado este valor fica livre de declaração.

Para as pessoas que tenham tributos isentos, não pensem que ficarão de fora desta. Pois se os rendimentos isentos superarem o valor de 40 mil também deverá constar da declaraçãodo imposto de renda 2018. Por tanto, avalie este item para não ficar de fora.

Para os trabalhadores rurais, também há uma exigência que deverá ser seguida no momento de decidir se precisa fazer a declaração. Para aqueles trabalhadores rurais que tiveram rendimentos maiores de o teto estipulado pela Receita Federal deverão realizar a declaração destes recebimentos.

declaracao-imposto-de-renda

São muitas as classes de pessoas que precisem declarar, as pessoas que receberam bens ou serviços que superem o valor de 300 mil reais também deverão fazer a declaração do IR 2018, a final, este valor é considerado alto em recebimentos e não poderá ficar de fora. Lembrando que aos que fizeram investimentos na bolsa de valores também precisam declarar o imposto de renda 2018.

Para quem realizou venda de imóveis também deverá declarar. Porem para este caso há uma exceção: somente declaram o imposto de renda 2018 quem tiver utilizado o que ganhou desta venda para comprar mais imóveis dentro do país, no período de 180 dias após ter realizado a venda do seu imóvel.

E importante ter esta questão em mente no momento da venda, pois muitas pessoas não sabem que deverão declarar o imposto de renda no ano seguinte e costumam dar uma de “corretores”. Por isso e importante avaliar esta situação e esperar um prazo maior para a compra de outro imóvel.

Em síntese, estes são os principais casos de pessoas e entidades que precisam realizar a declaração do imposto de renda em 2018, contando que são vários os casos em que a declaração não é necessária, mas é importante consultar o órgão mais próximo da Receita Federal para avaliar sua situação de forma antecipada e que ela verifique se você é um cidadão que é considerado isento de realizar este serviço, bem como também as pessoas que possuem muitos recebimentos a declarar.

Leia Mais